Vacinação mista: EUA aceitarão viajantes que receberam doses distintas da vacina contra a COVID-19

Americanos vão abrir sua fronteira para viajantes totalmente vacinados por via aérea, terrestre ou marítima a partir de 8 de novembro.

Crédito: Alex Raths/Getty Images

Viajantes internacionais que receberam doses de duas ou mais vacinas COVID-19 de fabricantes diferentes serão considerados aptos para entrar nos Estados Unidos, de acordo com os Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).

Embora a prática de vacinação mista não seja utilizada nos EUA, o CDC reconhece que é uma estratégia cada vez mais comum em outras partes do mundo.

“Embora o CDC não tenha recomendado a combinação de tipos de vacina em uma série primária, reconhecemos que isso é cada vez mais comum em outros países, logo deve ser aceito para a interpretação dos registros de vacinas”, disse um porta-voz do instituto norte-americano.

O CDC orientou que todas as vacinas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) devem ser aceitas nos Estados Unidos. Desta forma, a Coronavac, fabricada pelo laboratório chinês Sinovac, também passa a ser aceita para viagens aos país.

Fronteira terrestre entre os países reabre a partir de 8 de novembro

Esta nova diretriz também se aplica aos canadenses que cruzam a fronteira terrestre entre os países, que reabre para viagens não-essenciais a partir de 8 de novembro.

Segundo dados do governo, quase 4 milhões de canadenses receberam doses de duas ou mais vacinas.

Atualizado 15/10/2021 às 6:04 PM 

Fique por dentro das notícias de Vancouver, do Canadá e da comunidade brasileira. Assine nossa newsletter semanal:




 

*campo obrigatório

Prestigie os anunciantes do Jornal Brasil Vancouver

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui