Governo provincial diminui restrições contra COVID-19: veja o que muda

Uso de máscara e comprovante de vacinação continuam obrigatórios.


Crédito: View Apart

As autoridadades de saúde de British Columbia anunciaram nesta terça-feira que o governo está retirando determinadas restrições de saúde impostas devido a última onda de COVID-19, porém mantendo algumas medidas em vigor.

O governo anunciou a suspensão de restrições a encontros privados, reuniões, eventos organizados, além de boates, bares e restaurantes, academias de ginástica e torneios esportivos para adultos, a partir desta quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022, às 11:59pm. Os limites de capacidade também retornarão ao normal.
 
Por outro lado, os passaportes de vacinação e uso de máscaras serão mantidos para ambientes fechados.
 
Os comprovantes de imunização, para acesso a ambientes fechados não essenciais em British Columbia, incluindo restaurantes, bares e academias, ainda serão obrigatórios até 30 de junho.
 

“Os últimos dois anos nos desafiaram como nunca antes. Mas os habitantes de BC mostraram que podemos superar qualquer coisa se trabalharmos juntos”, disse o premier de British Columbia, John Horgan.

“Seguindo a ciência e cuidando uns aos outros, agora estamos na posição de, cuidadosamente, encerrar muitas restrições impostas devido à pandemia. Nossa abordagem equilibrada e com bom senso é baseada na orientação da Dra. Bonnie Henry – e isto nos permitirá retornar a muitas das coisas que amamos e também permitir que os negócios operem com segurança.”

Com mais de 90% dos habitantes elegíveis da província vacinados com duas doses, o governo anunciou que vai gradualmente transitar para um plano de gerenciamento sustentável da COVID-19, com foco na vacinação, automonitoramento e ações específicas para proteger aqueles em maior risco.

Ainda segundo as autoridades de saúde, a decisão de abrandar as restrições é baseada em uma cuidadosa revisão dos dados disponibilizados pelo departamento provincial de saúde e pelo BCCDC (BC Centre for Disease Control).
 

O ministério da saúde da província deve revisar as medidas de proteção para COVID-19 restantes até 15 de março e novamente até 12 de abril, usando como base as taxas de hospitalização e das unidades de tratamento intensivo nos próximos dias e semanas.

 

Governo federal anuncia o fim do teste PCR para viajantes totalmente vacinados 

O ministro da Saúde do Canadá, Jean-Yves Duclos, anunciou que a partir de 28 de fevereiro, viajantes internacionais vacinados com duas doses para COVID-19, não mais serão obrigados a realizar um teste molecular – como um PCR – antes de sua chegada ao Canadá.
 
Os viajantes ainda serão obrigados a fazer um teste de antes de sua chegada ao país, porém podem optar por um teste rápido antígeno, administrado por clínicas autorizadas, e realizado no máximo um dia antes do voo programado ou da chegada à fronteira terrestre.
 

Fique por dentro das notícias de Vancouver, do Canadá e da comunidade brasileira. Assine nossa newsletter:




 

*campo obrigatório

 

Prestigie os anunciantes do Jornal Brasil Vancouver