NBA mais perto: Liga quer anunciar nova equipe em Seattle durante a pré-temporada, diz reportagem

Fãs da liga norte-americana de basquete em Vancouver podem ganhar opção para assistir jogos ao vivo no Estado de Washington, mais de duas décadas após a cidade canadense perder sua franquia, em 2001.


Climate Pledge Arena (Crédito: Divulgação)

A NBA pode em breve adicionar duas novas equipes ao seu portfólio de equipes, em Las Vegas e Seattle, no que representaria o retorno da liga norte-americana de basquete ao noroeste dos Estados Unidos.

A informação foi revelada por Willie Ramirez, da Associated Press, e publicada pela Sports Illustrated, renomada publicação esportiva.

Segundo a reportagem, a NBA está planejando fazer o anúncio formal sobre as novas franquias durante os jogos de pré-temporada justamente em Seattle e Las Vegas, entre o final de setembro e o início de outubro.

Para os fãs da liga de basquete em Vancouver, o possível ressurgimento do Seattle SuperSonics representaria uma opção viável para assistir jogos da temporada regular ao vivo, no vizinho Estado de Washington, imediatamente ao sul de British Columbia.

Apesar da frustração com a perda de sua própria franquia em 2001, quando o Vancouver Grizzlies foi transferido para Memphis, nos EUA, o sentimento pode ser levemente apaziguado com o retorno da liga aos arredores de BC.

É relativamente curta a distância para chegar na Climate Pledge Arena, provável local dos jogos em Seattle. O tempo de viagem a partir de Downtown Vancouver é de menos de 3 horas, de carro, informa o Google Maps. Também há serviço de ônibus e trem ligando as duas cidades.

Expansão traria mudanças na NBA

Caso confirmada, a expansão para Seattle e Las Vegas provavelmente desencadearia uma reorganização das conferências da NBA, de acordo com a Sports Illustrated. Neste caso, as duas equipes, presumivelmente, seriam alocadas à Conferência Oeste (Western Conference).

Por outro lado, o Minnesota Timberwolves e Memphis Grizzlies são os dois times localizados mais ao leste da Conferência Oeste, o que os tornam fortes candidatos para mudar de conferência, caso a expansão se confirme.

A última vez que a NBA aumentou o número de equipes foi em 2004, quando acrescentou o Charlotte Bobcats (agora Charlotte Hornets) na liga. Antes, em 1995, o Toronto Raptors e o Vancouver Grizzlies (agora Memphis Grizzlies) entraram no torneio.

Seattle SuperSonics (Crédito: SportsLogos.Net)

Seattle foi sede do tradicional SuperSonics, entre 1967 e 2008, antes da equipe ser transferida para Oklahoma City. Considerada polêmica até hoje, a transferência foi traumática para os milhares de torcedores da equipe, que chegou a ser campeã da liga em 1979 e finalista em 1978 e 1996 – neste último ano, contra o Chicago Bulls de Michael Jordan.

Em lista criada pelo Bleacher Report, influente site esportivo, a realocação do Sonics foi descrita como a “mais devastadora da história dos esportes profissionais”.

De acordo com o jornal brasileiro Lance!, a inclusão dos novos times pode acontecer apenas em 2025, por dois motivos. Primeiro, a NBA terá a renegociação do seu acordo coletivo de trabalho em 2024, possivelmente revisando termos acertados há quase uma década. Além disso, o contrato de direitos de transmissão televisivos da liga com a ESPN e a Turner Sports expira em 2025, explica a matéria.

Vale observar que, em Junho deste ano, o comissário da NBA, Adam Silver, negou que a liga estivesse em conversas visando uma expansão naquele momento, porém reconheceu que “em algum momento, invariavelmente, a NBA vai expandir [o número de franquias]”.

Fique por dentro das notícias de Vancouver, do Canadá e da comunidade brasileira. Assine nossa newsletter:




 

*campo obrigatório

Prestigie os anunciantes do Jornal Brasil Vancouver